Segundo Turno

ELEIÇÃO ABERTA

17/10/2010

Fernando Rodrigues

BRASÍLIA - O resultado da pesquisa Datafolha realizada anteontem e ontem mantém suspense sobre qual será o desfecho da disputa pelo Palácio do Planalto. O confronto está aberto e indefinido. Dilma Rousseff (PT) está com 47% contra 41% de José Serra (PSDB), considerando-se os votos totais. A diferença entre ambos é de seis pontos percentuais.

Na véspera do primeiro turno, numa simulação de disputa final entre Dilma e Serra, a vantagem da petista sobre o tucano era de 12 pontos. No último dia 8, essa dianteira encolheu para sete pontos. Agora está em seis pontos.

Se há uma semana era prematuro afirmar que Serra caminhava para uma virada, agora também é um equívoco interpretar a estabilização do quadro como uma possível vitória antecipada de Dilma.

Leia mais…

GIRANDO EM FALSO

17/10/2010

Editorial da Folha de S.Paulo, 16/10/2010

Números da pesquisa eleitoral sugerem, mais uma vez, que o fator religioso é menos decisivo do que se imagina na decisão do eleitor

Não se registram oscilações na pesquisa do Datafolha sobre a sucessão presidencial. A candidata Dilma Rousseff, do PT, conta com 54% dos votos válidos, contra 46% de José Serra, do PSDB. São os mesmos índices da pesquisa anterior, feita há uma semana.

A estabilidade nas preferências do eleitorado não deixa de trazer um contraste irônico com o clima de agitação que se tem verificado na campanha. O temor de perder popularidade em setores religiosos motivou, como se sabe, bruscas alterações de opinião, por parte de Dilma Rousseff, enquanto José Serra se empenhou em renovadas exibições de fé.

Leia mais…

PRIMEIRA RODADA DE PESQUISAS DO SEGUNDO TURNO

15/10/2010

 

Imagem publicada no blog do IMN

Fonte: elaboração do autor, com base nas pesquisas listadas

Fonte: elaboração do autor, com base nas pesquisas listadas

Nestes últimos cinco dias foram publicadas quatro pesquisas de abrangência nacional levadas a efeito pelos grandes institutos que vem cobrindo a eleição presidencial deste ano: Datafolha, Ibope, Vox Populi e Sensus.

Exceto em relação ao Datafolha, cujo trabalho de campo é mais “antigo”, as demais pesquisas fizeram entrevistas em períodos bem próximos uns dos outros, a ponto de terem apresentando um dia de overlapping, dia 11 de outubro.

Os números divulgados por esses institutos são bem parecidos, considerando que provém de metodologias distintas. É conveniente neutralizar a influência individual de qualquer uma dessas pesquisas, calculando a média de intenção de votos entre elas, para cada um dos candidatos.  

Leia mais…

SEGUNDOS TURNOS

12/10/2010

Fernando Rodrigues

Folha de S.Paulo, 09/10/2010

Uma lenta tendência se firma nas eleições brasileiras: sempre menos governadores são escolhidos no segundo turno. Neste ano, só nove disputas serão decididas em 31 de outubro. É o menor número desde 1990, quando o instrumento foi usado pela primeira vez nos Estados.

Como registrou o jornal “Valor Econômico” nesta semana, os segundos turnos de 2010 também são os que têm uma drástica redução do número de eleitores envolvidos: meros 14% do total do país. Além de serem apenas nove disputas, todas ocorrem em unidades da Federação com população reduzida.

Leia mais…

RARAS VIRADAS

11/10/2010

Imagem publicada no blog Acerto de Contas

Fernando Rodrigues

Folha de S. Paulo, 06/10/2010

BRASÍLIA – A frase mais ouvida nesta época a cada quatro anos é esta: “Segundo turno é outra eleição”. Empulhação pura. Segundo turno é a mesma eleição.

Não que viradas estejam proibidas de acontecer. São apenas fatos raros. Em eleições presidenciais, já houve três segundos turnos: 1989, 2002 e 2006. Quem começou na frente sempre acabou vencendo.

A possibilidade de segundo turno foi criada em 1988. Nas eleições de governadores, usou-se o instrumento pela primeira vez em 1990. De 1990 a 2006, houve 70 segundos turnos para escolher governadores. Em 20 dessas disputas houve viradas: quem terminou o primeiro turno atrás acabou passando à frente na rodada de votação final.

Leia mais…

Sobre o autor

Maurício Costa Romão é Master e Ph.D. em economia pela Universidade de Illinois, nos Estados Unidos, sendo autor de livros e de publicações em periódicos nacionais e internacionais...

continue lendo >> Maurício Romão

Copyright © 2012 Maurício Romão. Todos os direitos reservados.

Desenvolvimento: 4 Comunicação