PT

UNIÃO COM PMDB DARIA A PETISTA DOBRO DO TEMPO DE TV

03/01/2012

Daniela Lima
Paulo Gama

Folha de S.Paulo, 30/12/2011

Para ampliar fatia na propaganda de rádio e TV, adversários abrem disputa em SP para atrair o apoio de siglas menores.  

Tamanho da coligação define o espaço que candidatos terão no horário eleitoral, que tem início em agosto.

Os partidos que se revezaram no comando da capital paulista nos últimos anos travam uma batalha para atrair o apoio de siglas menores e, com isso, ampliar o tempo que terão na propaganda para as eleições de 2012. A divisão da maior parte do espaço no rádio e na TV se dá de acordo com a representatividade das coligações.

Leia mais…

METONÍMIA ELEITORAL – OU DILMA, SÃO PAULO E OS TUCANOS

28/12/2011

José Roberto de Toledo

Vox Publica, 26/12/2011

 A presidente Dilma Rousseff exagerou mandando três ministros irem pessoalmente assistir às consequências do incêndio de uma favela no centro de São Paulo, na quinta-feira. O trio não sabia como ir nem o que fazer. Por sorte ou azar, nem os dois corpos da tragédia despertaram clamor nacional. Mas demostrar preocupação com fatos sensíveis à opinião pública é vital à popularidade de um governante. Melhor errar pelo excesso do que pela omissão.

Leia mais…

EXISTE UMA ALTERNATIVA AO PSDB E AO PT?

18/12/2011
Tags: , , .

Por Adriano Oliveira

Desde a eleição de FHC, em 1994, os eleitores brasileiros assistem ou passaram a assistir disputas polarizadas na eleição presidencial entre PSDB e PT. Esta disputa só ocorre, vale salientar, na eleição presidencial. Nas eleições municipais e estaduais outros partidos pleiteiam espaços com o PT e o PSDB. A concentração da disputa entre PT e PSDB possibilitou que partidos e atores políticos fossem ofuscados. Com isto, o eleitor não teve a oportunidade de realizar outras escolhas. Majoritariamente, os eleitores brasileiros fizeram a opção pelo PT ou PSDB.

Leia mais…

COMUNICAÇÃO SOCIAL, DEBATE SEM DOGMAS

16/12/2011

Edinho Silva

Folha de S.Paulo, 14/12/2011

O debate proposto pelo PT sobre um “novo marco regulatório para a comunicação social” nos remete ao desafio da construção de uma posição que encare esse tema como uma reforma de Estado que aprimore a construção da democracia. Vivenciamos um grande desafio: preparar o Brasil para que seja a quinta economia mundial e se consolide como um dos países mais democráticos do planeta. Para isso, é fundamental o debate sobre as reformas de Estado -política, fiscal, sobre o pacto federativo, o Judiciário e a comunicação social.

Leia mais…

REFORMA POLÍTICA EM PAUTA

22/11/2011
Tags: , , , , .

 

José Dirceu

Blog do Noblat, 18/11/2011

Os protestos que vêm sendo realizados no Brasil com as demandas de diferentes setores em defesa das prerrogativas do CNJ (Conselho Nacional de Justiça) ou da aplicação da Lei da Ficha Limpa — bandeiras sempre defendidas pelo PT e aprovadas pelo Congresso Nacional — terão consequências menos efetivas se não incluírem em suas agendas a reforma política. Nesta segunda-feira (14/11), o relator da reforma política na Comissão Especial da Câmara sobre o assunto, deputado federal Henrique Fontana (PT-RS), publicou o artigo “Reforma com lista!” (O Globo), reafirmando a importância do debate e trazendo dados sobre os problemas do modelo em vigor.

Leia mais…

Sobre o autor

Maurício Costa Romão é Master e Ph.D. em economia pela Universidade de Illinois, nos Estados Unidos, sendo autor de livros e de publicações em periódicos nacionais e internacionais...

continue lendo >> Maurício Romão

Copyright © 2012 Maurício Romão. Todos os direitos reservados.

Desenvolvimento: 4 Comunicação