Primeiro Turno

PARADOXO À VISTA EM 2014

03/01/2014

 

Maurício Costa Romão

No primeiro turno da eleição presidencial de 2010 no Brasil, o conjunto de votos que compreende o alheamento eleitoral atingiu 27% (18,1% de abstenção e 8,7% de votos brancos e nulos). Os recentes protestos de junho, com forte mensagem de “antipolítica”, indicam que o percentual tende a aumentar.

A conseqüência pouco comentada entre analistas é que tal aumento reduz os votos válidos e fica mais fácil para quem lidera a corrida majoritária, com votação acima dos concorrentes, atingir 50% mais um dos sufrágios, encerrando o certame na sua primeira fase.

À guisa de exemplo: se em 2010 o alheamento eleitoral tivesse sido de 33%, ao invés de 27%, a presidente Dilma Rousseff teria ganho no primeiro turno com a mesma quantidade de votos!

Leia mais…

CENÁRIO NO RECIFE INDICA DECISÃO NO PRIMEIRO TURNO

02/10/2012

Juliana Sá

Blog de Jamildo, 01/10/2010
O cenário das eleições no Recife, onde pesquisas realizadas por diferentes institutos apontam um candidato (Geraldo Julio, do PSB) com 50% dos votos válidos, mantendo trajetória ascendente sem involução desde o início da campanha, propicia grandes chances da cidade eleger seu prefeito ainda no primeiro turno.

Leia mais…

EMOÇÕES NO FINAL

30/09/2012

Fonte: elaboração própria, com base em pesquisas do IPMN

Maurício Costa Romão

Novos números da última pesquisa de intenção de votos do IPMN para prefeito do Recife, com trabalho de campo nos dias de 27 e 28 de setembro, foram divulgados na web, na madrugada deste domingo, 30/09, pelos portais LeiaJá e NE 10.

Os resultados detalhados deste levantamento serão publicados ainda hoje pelo JC. O candidato pessebista, Geraldo Júlio, atingiu agora 42% de intenções de voto (subiu dois pontos em relação à pesquisa anterior), Daniel Coelho pontuou 22% (cresceu um ponto), Humberto Costa voltou para 16% (caiu três pontos) e Mendonça Filho, com 3%, perdeu um ponto.

Leia mais…

PRIMEIRO TURNO?

31/08/2012

 

“Uma vez eliminado o impossível, o que resta, por mais improvável que seja, deve ser a verdade”.

 Sir Arthur Conan Doyle

Maurício Costa Romão

Na corrida eleitoral deste ano para a prefeitura da cidade do Recife, os números de Geraldo Júlio nas pesquisas IPMN e de outros institutos têm suscitado várias especulações na mídia e entre analistas de que a vitória do candidato pessebista dar-se-á no primeiro turno.  

Leia mais…

ELEIÇÕES MAJORITÁRIAS: SUPERESTIMANDO AS INTENÇÕES DE VOTO DO PRIMEIRO COLOCADO NAS PESQUISAS

30/12/2010

 

Fonte: elaboração do autor, com base nas pesquisas listadas e nos números oficiais do TSE

 

  Por Maurício Costa Romão

Na configuração de votos válidos, em que disputam duas forças – simplificadamente, para efeito expositivo, “situação” e “oposição” – o crescimento da quantidade de votos de uma força significa decrescimento da outra, na mesma proporção. A conquista de um voto para uma equivale a menos um voto para a outra.

Na hipótese de uma das forças sustentar uma diferença de 10 pontos percentuais de vantagem sobre a outra, a diferença será zerada se a força em desvantagem crescer apenas 5 pontos em intenção de votos. Um exemplo concreto pode auxiliar na explicação.

Até meados de setembro, cerca de duas semanas antes do pleito de 3 de outubro, os analistas políticos eram praticamente unânimes em considerar muito remota a chance de haver um eventual segundo turno na eleição presidencial do ano que passou.

De fato, levando-se em conta as pesquisas eleitorais nacionais realizadas pelos quatro grandes institutos que cobriram a eleição de 2010 (Sensus, Ibope, Datafolha e Vox Populi), desde agosto, especialmente a partir da segunda quinzena, as intenções de voto consignadas a Dilma Rousseff vinham sendo sistematicamente maiores do que a soma daquelas obtidas por José Serra e Marina Silva. Essa consistência numérica, ceteris paribus, garantiria vitória em primeiro turno para a candidata petista.

Leia mais…

Sobre o autor

Maurício Costa Romão é Master e Ph.D. em economia pela Universidade de Illinois, nos Estados Unidos, sendo autor de livros e de publicações em periódicos nacionais e internacionais...

continue lendo >> Maurício Romão

Copyright © 2012 Maurício Romão. Todos os direitos reservados.

Desenvolvimento: 4 Comunicação