Presidente

POPULARIDADE PRESIDENCIAL SEGUE CONFIANÇA DO CONSUMIDOR

14/03/2012

José Roberto de Toledo

Vox Publica, 29/02/2012

Na falta de uma pesquisa mensal e pública sobre a quantas anda a popularidade presidencial, o melhor proxy -indicador por aproximação- disponível é o Índice de Confiança do Consumidor (Inec) da CNI/Ibope. Ele guarda uma forte correlação estatística com a aprovação do presidente de plantão. Assim, a leve queda do Inec de fevereiro é má notícia para Dilma Rousseff -ao menos em tese.

Leia mais…

PARADOXO PERUANO

11/04/2011

Patrícia Campos Mello
Folha de S.Paulo, 10/04/2011

O Peru foi o país sul-americano que mais cresceu em 2010, a uma taxa chinesa de 8,8%. O país tem investimentos beirando 25% do PIB, bem acima do índice brasileiro, e ótimos resultados fiscais.

Mas, apesar dessa bonança econômica, a popularidade do presidente Alan García está em apenas 26%, pior do que o odiado ex-presidente dos EUA George W. Bush em fim de mandato. Não só isso, mas nenhum dos candidatos que lideram as pesquisas para a eleição presidencial que se realiza hoje, no Peru, é do partido de García.

Leia mais…

O FIM DE UMA ERA

29/12/2010

 

Ricardo Young

Folha de S.Paulo, 27/12/2010

Nesta última semana de 2010, muitas coisas chegam ao fim. Não apenas um ano de intensa discussão sobre os destinos do Brasil, não só o fim da era Lula. Chega ao fim também uma etapa que marcou a transição do Brasil para a maioridade institucional.

Desde os danos deixados pela democracia incipiente da era Collor/Itamar, a era FHC começou a colocar a casa em ordem. A Constituinte de 1988 arquitetou o que o melhor da depuração política pós-ditadura poderia sonhar para nós.

Um país institucionalmente forte, politicamente diverso, socialmente justo e economicamente próspero. A era FHC procurou pavimentar o leito sobre o qual o país pudesse construir esse novo destino.

A era Lula,não só deu continuidade a esse trabalho como aprofundou o sentido da justiça social e levou o combate a pobreza a políticas de Estado. São inequívocas as conquistas “sociais” dos últimos anos se considerarmos inserção econômica, aumento de renda, emprego e poder de consumo.

Leia mais…

NADA SERÁ COMO ANTES

27/12/2010

Por Marco Aurélio Nogueira

O Estado de S.Paulo, 27 de dezembro de 2010

Nunca antes na história deste País houve um presidente como Luiz Inácio Lula da Silva. Encerrada sua dupla presidência, nada será igual. O País que ele nos deixa é outro, para o bem e para o mal. Nem melhor, nem pior, simplesmente diferente. Lula fez e desfez, aconteceu, circulou e apareceu, mudou o discurso do poder e o modo como a opinião pública se relaciona com seus governantes, pacificou e articulou os mais distintos interesses sociais, a ponto de sair de cena como uma espécie inusitada de glória nacional. Deixou marca tão forte na política, na administração pública e no imaginário popular que será preciso um tempo para assimilarmos sua ausência.

Zé Otávio

Zé Otávio

  Leia mais…

A BOCA DE URNA DO IBOPE NO SEGUNDO TURNO

03/11/2010

Fonte: elaboração do autor, com base em pesquisas boca de urna do Ibope

Por Maurício Costa Romão

Na pesquisa boca de urna as entrevistas são feitas depois que o eleitor vota. Sob este aspecto esse tipo de levantamento tem, pelo menos, três grandes vantagens sobre o survey convencional, que é realizado pré-voto:

(1) capta os sentimentos mais recentes dos eleitores, atualidade que a pesquisa normal não chega a alcançar; (2) não é sobressaltado por mudanças de posição do eleitor: os indecisos se decidiram, e quem eventualmente cogitava mudar de uma candidatura para outra, não mais pode fazê-lo, e

(3) tem mais capacidade de detectar os impactos numéricos das chamadas “ondas de opinião”, movimentos inesperados que alavancam candidaturas às vésperas das eleições, fenômenos que a pesquisa anterior ao dia do pleito tem dificuldade de acompanhar e, sobretudo, de mensurar.

Leia mais…

Sobre o autor

Maurício Costa Romão é Master e Ph.D. em economia pela Universidade de Illinois, nos Estados Unidos, sendo autor de livros e de publicações em periódicos nacionais e internacionais...

continue lendo >> Maurício Romão

Copyright © 2012 Maurício Romão. Todos os direitos reservados.

Desenvolvimento: 4 Comunicação