Prefeitos

ESTATÍSTICAS ELEITORAIS: PREFEITOS E VEREADORES ELEITOS NO BRASIL EM 2012

27/08/2013

Fonte: elaboração própria, com base em dados do TSE, apud IBGE 2013

 

Fonte: elaboração própria, com base me dados do TSE, apud IBGE 2013

 

DESEMPENHO NUMÉRICO DOS PRINCIPAIS PARTIDOS NA ELEIÇÃO DE 2012, EM PERNAMBUCO

12/11/2012

 

Fonte: elaboração própria, a partir de dados do portal UOL e do TSE/TRE. *O eleitorado do estado corresponde a, aproximadamente, 70% da população. Os dados de 2008, originalmente em eleitores, foram multiplicados pelo fator 1,3.

Maurício Costa Romão

Os dirigentes partidários sempre encontram razões numéricas para louvar desempenhos eleitorais de suas agremiações ao cabo dos pleitos. Quando não as acham, ou as têm em quantidades pouco expressivas, recorrem a conceitos abstratos, tais como “estratégico”, “simbólico”, etc., para magnificar vitórias em determinados redutos e minimizar resultados bisonhos em outros.

Leia mais…

CANDIDATURAS POBRES – O EFEITO DO MENSALÃO NA ELEIÇÃO

21/08/2012

 

José Roberto de Toledo

Vox Publica, 19/08/2012

O julgamento do chamado mensalão afetou a eleição de prefeito, mas não como se imaginava. Somado ao escândalo de Cachoeira, o efeito de horas e horas de programação televisiva sobre o mensalão acabou sendo maior entre os financiadores do que entre os eleitores. Está faltando dinheiro para campanha eleitoral.

Leia mais…

CONTINUIDADE EM CHEQUE

18/06/2012

Marcos Coimbra

Blog do Noblat, 17/06/2012

Ainda é cedo – na verdade, muito cedo – para chegar a qualquer conclusão, mas parece que, nas capitais estaduais, as próximas eleições serão marcadas mais pela mudança que pela continuidade. É o que indicam as pesquisas disponíveis, realizadas, ao longo dos últimos meses, por empresas regionais e nacionais.

Leia mais…

EFEITO EFÊMERO

15/01/2012

Dora Kramer

 Blog do Noblat, 10/01/2012

A eleição de um número significativo de prefeitos este ano é importante para os partidos, disso ninguém tem dúvida e nisso apostam as legendas ao investir no crescimento com vista à eleição de presidente, governadores, deputados e senadores em 2014. Mas, cresce entre os políticos a percepção de que o efeito de uma vitória substancial agora não significa necessariamente que as estruturas municipais lhes garantirão uma colheita de votos tão boa quanto, daqui a dois anos.

Leia mais…

Sobre o autor

Maurício Costa Romão é Master e Ph.D. em economia pela Universidade de Illinois, nos Estados Unidos, sendo autor de livros e de publicações em periódicos nacionais e internacionais...

continue lendo >> Maurício Romão

Copyright © 2012 Maurício Romão. Todos os direitos reservados.

Desenvolvimento: 4 Comunicação