pesquisas

REUNINDO NÚMEROS DE PESQUISAS EM TRÊS DOS MAIORES COLÉGIOS ELEITORAIS

09/08/2013

Mauricio Costa Romão

Leia mais…

O “ÍNDICE DE AVALIAÇÃO DA ADMINISTRAÇÃO” DO GOVERNO DILMA ROUSSEFF

30/06/2013

Fonte: elaboração própria com base em pesquisas do Datafolha

Maurício Costa Romão

Em texto intitulado “Pesquisas eleitorais: construindo um ‘índice de avaliação da administração’”, publicado no blog do autor, foi feita a sugestão de se adotar um indicador sintético, consequentemente objetivo, de fácil apreensão, que pudesse exprimir, sem margem de dúvidas, o sentimento do eleitor sobre a avaliação da administração do governante extraída das pesquisas eleitorais.

Na forma com é hoje apresentada pelas pesquisas, com suas cinco subcategorias (ótimo, bom, regular, ruim e péssimo), essa dimensão não propicia, na grande parte das vezes, uma visão clara da avaliação do governante, dando margem a várias interpretações, dependendo de como a leitura dos números é feita.

Leia mais…

PESQUISAS ELEITORAIS: CONSTRUINDO UM “ÍNDICE DE AVALIAÇÃO DA ADMINISTRAÇÃO”

25/04/2013

   (Versão Preliminar p/ Discussão)

Maurício Costa Romão

No quesito “avaliação da administração” dos governantes, os institutos de pesquisa costumam inquirir os respondentes de duas maneiras: uma, indagando se o mandatário está realizando uma administração “ótima, boa, regular, ruim ou péssima”, outra, instando-os a declararem se “aprovam ou desaprovam” a gestão em andamento.

Esta última forma é mais direta, intuitiva, de fácil computação e interpretação. Seus resultados numéricos não deixam margem a dúvidas: 60% de aprova, 30% de desaprova e 10% de não sabem, não responderam, suscitam logo a conclusão de que a administração é aprovada pela população.

Entretanto, ao se resumir à dualidade aprova/desaprova, a questão deixa de fora do leque de opções do entrevistado as eventuais manifestações intermediárias entre as duas indagações.

Leia mais…

SR. LEÔNIDAS NUNCA FOI ENTREVISTADO. E VOCÊ?

27/02/2013

 Maurício Costa Romão

“Tenho 76 anos, eleitor desde os anos 50, e acho muito estranho jamais ter sido procurado por um Instituto de Pesquisas para uma declaração de voto. E os senhores, que neste momento lêem esta carta, já foram procurados alguma vez por esses institutos? Esta pergunta prende-se ao fato de que, num universo de aproximadamente 250 eleitores da cidade onde moro, Volta Redonda, não encontrei uma só pessoa que tenha sido pesquisado. Até quando vamos deixar os institutos elegerem os candidatos?” Leônidas Marques – leo_vr@terra.com.br.

O texto que encabeça o presente artigo foi enviado a um importante jornal de capital brasileira para a seção de “Cartas à Redação”, sob o título de “Institutos”. Na singela missiva sobressai-se o desapontamento do Sr. Leônidas pelo fato de nunca ter sido entrevistado por uma pesquisa eleitoral.  

Como o Sr. Leônidas, inúmeros outros eleitores compartilham do mesmo desalento. Observam que pesquisa vai, pesquisa vem, e nunca são entrevistados, por qualquer que seja o instituto. Indagam sobre isso em seus círculos de convivência e, surpresos, constatam que ali, também, ninguém foi abordado por tais levantamentos. Daí para inferirem, como o fez o Sr. Leônidas, que as pesquisas são fabricadas é um pulo!  

Leia mais…

CONTROLE DE PESQUISAS E O “RISCO BERLUSCONI”

21/02/2013

Maurício Costa Romão

“O Mediobanca, maior banco de investimentos da Itália, acendeu ontem todos os alarmes ao divulgar relatório em que diz que o crescimento de Silvio Berlusconi nas pesquisas de intenção de voto para domingo gera “crescente incerteza” que, no limite, pode devolver a Itália à iminência do calote, como quando Berlusconi caiu há 14 meses”. “Risco Sílvio Berlusconi” assombra a Itália, Clóvis Rossi, FSP, 20/02/2013.

A questão do controle das pesquisas eleitorais é recorrente, urbi et orbi.  No Brasil aparece no noticiário em todas as eleições majoritárias e há dezenas de projetos de lei no Congresso sobre o assunto, sempre tendo como fundamento a possível influência desses levantamentos sobre a decisão do eleitor.

Leia mais…

Sobre o autor

Maurício Costa Romão é Master e Ph.D. em economia pela Universidade de Illinois, nos Estados Unidos, sendo autor de livros e de publicações em periódicos nacionais e internacionais...

continue lendo >> Maurício Romão

Copyright © 2012 Maurício Romão. Todos os direitos reservados.

Desenvolvimento: 4 Comunicação