pesquisas

APRIMORANDO A MEDIÇÃO DA “AVALIAÇÃO DE GOVERNO”

21/05/2014

Maurício Costa Romão

Nas pesquisas eleitorais a dimensão ”avaliação de governo” tem cinco subcategorias: “ótimo, bom, regular, ruim e péssimo”.

As subcategorias ótimo e bom representam a avaliação positiva do governo e as subcategorias ruim e péssimo, a avaliação negativa. A subcategoria regular compreende as manifestações de que a gestão é “mais ou menos”, com pontos positivos e negativos.

Por envolver percentuais relativos a cinco subcategorias a apresentação e análise de resultados de avaliação de governo são relativamente complexas para apreensão e entendimento do público em geral.

Leia mais…

NÃO É SÓ A ECONOMIA…

03/05/2014

Mauricio Costa Romão

O crescimento do pessimismo com relação à economia e, a partir de março, o escândalo da Petrobrás, têm sido apontados como principais fatores que vem contribuindo para a queda da popularidade e, às vezes, das intenções de voto, da presidente Dilma Rousseff nas pesquisas que se sucedem desde dezembro do ano passado.

Não sem razão: um fator corrói o bolso das pessoas, o outro, danifica a imagem de gestora eficiente da presidente e levanta suspeitas de malfeitos sobre seu partido.

Esses dois fatores ficaram bem realçados neste último levantamento de abril da CNT/MDA, estimulando alguns analistas a, mais uma vez, responsabilizá-los pelos números adversos exibidos pela mandatária nacional.

Leia mais…

QUEDA NA AVALIAÇÃO POSITIVA DO GOVERNO PUXA INTENÇÃO DE VOTOS PARA BAIXO

30/04/2014

Fonte: elaboração própria com base em diversas pesquisas nacionais

Maurício Costa Romão

Depois da inesperada celebração da aliança Rede/PSB, nos estertores do prazo final para criação de partidos políticos, em 5 de outubro do ano passado, os grandes institutos de pesquisa já realizaram 17 levantamentos nacionais de intenção de votos para presidente da República.

Todas essas pesquisas contemplam o cenário mais provável de concorrentes a presidente, composto por Dilma Rousseff, Aécio Neves e Eduardo Campos. A média mensal de intenções de voto de Dilma neste cenário, no período de outubro de 2013 a abril de 2014, está mostrada na linha azul do gráfico que acompanha o texto.

Leia mais…

APROVAÇÃO DA GESTÃO E CHANCES DE REELEIÇÃO

15/04/2014

Fonte: elaboração própria (dados de Alberto Carlos Almeida)

Maurício Costa Romão

NÚMEROS, SENTIMENTOS E ÂNCORAS

30/03/2014

Fonte: elaboração própria com dados do Ibope e Datafolha extraídos de F. Rodrigues/UOL

Maurício Costa Romão

A avaliação de governo é considerada pelos especialistas um dos principais fatores determinantes do voto: governos bem avaliados têm maior probabilidade de reeleger incubentes ou candidatos apoiados por eles.

Medida pela soma dos conceitos de ótimo e bom, a avaliação do governo de Dilma Rousseff atingiu apenas 36% nesta última pesquisa do CNI/Ibope de março.

O índice pode ser considerado baixo, retrospectivamente, tendo em vista que há um ano, na pesquisa do Ibope de março de 2013, a presidente exibia 63% de popularidade (outra ótica de se ver a aprovação de governo), sendo que no Nordeste esse percentual chegava a 72%.

Leia mais…

Sobre o autor

Maurício Costa Romão é Master e Ph.D. em economia pela Universidade de Illinois, nos Estados Unidos, sendo autor de livros e de publicações em periódicos nacionais e internacionais...

continue lendo >> Maurício Romão

Copyright © 2012 Maurício Romão. Todos os direitos reservados.

Desenvolvimento: 4 Comunicação