pesquisa

AÉCIO SE BENEFICIA DO TETO DE VOTOS DE DILMA E SAI NA FRENTE NO SEGUNDO TURNO

09/10/2014

Fonte: elaboração própria com base nas pesquisas listadas

Maurício Costa Romão

A primeira pesquisa do segundo turno da eleição presidencial foi realizada pelo Instituto Paraná, cujo trabalho de campo foi levado a efeito entre os dias 6 e 8 de outubro. O resultado mostrou Aécio Neves com 54% de intenção de votos e Dilma Roussef com 46%, em votos válidos.

Observado-se os números do levantamento em votos totais constata-se que o tucano teve 49% de intenções de voto e a presidente 41%, com brancos, nulos e indecisos somando 10%.

Desprezando-se as diferenças metodológicas entre institutos, esse percentual da pesquisa do segundo turno para Dilma significa que ela praticamente não agregou adeptos na passagem de uma etapa para outra.

Leia mais…

EMBATE PARA O SENADO EM PERNAMBUCO SEGUE EQUILIBRADO

30/09/2014
Tags: , , , .

Fonte: elaboração própria com base em pesquisas de vários institutos

 

Maurício Costa Romão

O gráfico que acompanha o texto mostra a evolução das intenções de voto de 18 pesquisas de diversos institutos divulgadas em Pernambuco desde abril deste ano, incluindo a do Datafolha dada a conhecer ontem (26/09).

Até o dia 13 de agosto, data do falecimento do ex-governador Eduardo Campos, foram realizados seis levantamentos, incluindo o dos dias 12 e 13, da lavra do Datafolha. Neste período as médias de intenção de votos dos dois principais candidatos ao senado foram 36% e 16% para João Paulo e Fernando Bezerra Coelho, respectivamente.

Leia mais…

POPULARIDADE E APROVAÇÃO DA GESTÃO

01/09/2014

Fonte: elaboração própria, com base em pesquisas do Ibope

Maurício Costa Romão

No quesito “avaliação de governo” os institutos de pesquisa costumam inquirir os respondentes de duas maneiras: uma, indagando se o mandatário está realizando uma administração “ótima, boa, regular, ruim ou péssima”, outra, instando-os a declararem se “aprovam ou desaprovam” a gestão em andamento, ou a maneira de governar do gestor.

Esta última forma é mais direta, intuitiva, de fácil interpretação. Seus resultados numéricos não deixam margem a dúvidas: 60% de Aprova, 30% de Desaprova e 10% de não sabem, não responderam, suscitam logo a conclusão de que a administração é aprovada pela população.

Entretanto, ao se resumir à dualidade aprova/desaprova, a questão deixa de fora do leque de opções do entrevistado as eventuais manifestações intermediárias entre as duas indagações.

Leia mais…

O MODELO DA MACROMÉTRICA E A PESQUISA DATAFOLHA

19/08/2014

Maurício Costa Romão

 A Macrométrica, consultoria do ex-presidente do Banco Central, Chico Lopes, elaborou um modelo estatístico que faz projeções sobre resultados de eleições presidenciais.

Segundo matéria do jornal Valor Econômico, escrita por Sérgio Lamucci, em 12/08/2014, sob o título “Macrométrica projeta vitória do PSDB com modelo de estatístico americano”, para fazer projeções a consultoria: 

“… usou o esquema de análise de Nate Silver, o editor-chefe do site “FiveThirtyEight”. Silver ficou famoso por ter acertado o resultado de todos os 50 Estados na eleição presidencial americana de 2012, quando Barack Obama se reelegeu, ao vencer Mitt Romney”.

Aplicando esse modelo da Macrométrica à pesquisa do Datafolha dos dias 14 e 15 de agosto do corrente ano, têm-se os seguintes resultados, projetados na suposição de que as eleições se realizassem agora:

Leia mais…

DESEJO DE MUDANÇA E TETO DE POPULARIDADE DA PRESIDENTE

26/05/2014

Fonte: elaboração própria com base em pesquisas do Ibope

Maurício Costa Romão

As pesquisas nacionais pós-manifestações têm mostrado que continua muito forte o desejo dos brasileiros de que o próximo presidente faça um governo diferente do atual.

No último levantamento do Datafolha (7 e 8 de maio), por exemplo, esse “sentimento de mudança” alcança 74% da população, mas chega a 80% entre os mais jovens, a 81% entre os que possuem renda familiar acima de 10 salários mínimos e  a 82% entre os que têm curso superior.

Já na pesquisa do Ibope, dos dias 15 a 19 de maio, o percentual dos que querem mudança é praticamente de 2/3 (65%). Deste conjunto, 67% afirmaram desejar que essas mudanças sejam feitas por outro presidente no lugar de Dilma Rousseff.

Leia mais…

Sobre o autor

Maurício Costa Romão é Master e Ph.D. em economia pela Universidade de Illinois, nos Estados Unidos, sendo autor de livros e de publicações em periódicos nacionais e internacionais...

continue lendo >> Maurício Romão

Copyright © 2012 Maurício Romão. Todos os direitos reservados.

Desenvolvimento: 4 Comunicação