Oposição

PESQUISAS NO RECIFE: ESTABILIDADE E INCERTEZAS

05/11/2020

Maurício Costa Romão

As pesquisas

Ao longo do mês de outubro deste ano foram publicadas 11 pesquisas de intenção de votos para prefeito da cidade do Recife, provenientes de cinco institutos: Ibope (3), Big Data (3), Opinião (2), Datafolha (2) e Ipespe (1).

Os resultados estão expostos no Gráfico 1, abaixo, no qual se destacam a liderança de João Campos (PSB), candidato situacionista, durante todo o mês de outubro, e um bloco de três opositores, com intenções de voto relativamente próximas umas das outras: Marília Arraes (PT), um pouco à frente, Delegada Patrícia (Podemos) e Mendonça Filho (DEM).

Leia mais…

FRAQUEZA DA OPOSIÇÃO

01/08/2012

 

Editorial da Folha de S.Paulo

21/07/2012

Baixa presença de candidatos de PSDB, DEM e PPS nas eleições municipais mostra desequilíbrios crônicos na disputa política brasileira

É diminuto o número de representantes dos partidos de oposição entre os candidatos a prefeito nas eleições de outubro. Apenas 18% dos pleiteantes pertencem ao PSDB, ao DEM e ao PPS. A proporção é praticamente equivalente ao peso dessas agremiações na Câmara dos Deputados: 17,5%. Não é de espantar esse enfraquecimento dos poucos partidos que resistem aos notórios poderes de atração do Executivo no Brasil.

Leia mais…

FRAQUEZA DA OPOSIÇÃO

28/07/2012

Editorial da Folha de S.Paulo

21/07/2012

Baixa presença de candidatos de PSDB, DEM e PPS nas eleições municipais mostra desequilíbrios crônicos na disputa política brasileira

É diminuto o número de representantes dos partidos de oposição entre os candidatos a prefeito nas eleições de outubro. Apenas 18% dos pleiteantes pertencem ao PSDB, ao DEM e ao PPS. A proporção é praticamente equivalente ao peso dessas agremiações na Câmara dos Deputados: 17,5%.

Leia mais…

O DILEMA DA OPOSIÇÃO

16/05/2012

Marcos Coimbra

Blog do Noblat, 09/05/2012

Em mais um de seus elegantes artigos, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso repetiu coisas conhecidas. Lá estavam, por exemplo, o cosmopolitismo de sempre e as contradições que marcam seu pensamento de uns anos para cá. Disse, porém, algo novo. Publicado no último domingo, o texto tem o título “Política e Moral” e foi escrito a propósito do livro recém lançado de um amigo – e ex-comensal dos tempos de Palácio da Alvorada -, o sociólogo francês Alain Touraine.

Leia mais…

PCR 2012: TEMPO DE RÁDIO E TV FAVORECE ATAQUE À GESTÃO

11/04/2012

Fonte: elaboração própria. Os dados da representação dos partidos foram extraídos da Câmara Federal

Maurício Costa Romão

A prevalecerem as configurações constantes da Tabela que acompanha o texto (vide logo abaixo fundamentação que embasou os cálculos), a situação – assim chamada a aliança encabeçada pelo PT – composta por 10 partidos, teria um tempo de rádio e TV de 8 minutos e 28,8 segundos para defender a gestão atual do município e lançar propostas de avanços.

Leia mais…

Sobre o autor

Maurício Costa Romão é Master e Ph.D. em economia pela Universidade de Illinois, nos Estados Unidos, sendo autor de livros e de publicações em periódicos nacionais e internacionais...

continue lendo >> Maurício Romão

Copyright © 2012 Maurício Romão. Todos os direitos reservados.

Desenvolvimento: 4 Comunicação