MDA

MARINA SE DESTACA NAS PESQUISAS IBOPE E CNT/MDA E PROJEÇÕES LHE DÃO VITÓRIA NA ELEIÇÃO

27/08/2014

 

Maurício Costa Romão

Com números muitos parecidos, as novas pesquisas do Ibope e do MDA/CNT, publicadas nos dias 26 e 27 deste mês de agosto, exibem o protagonismo de Marina Silva no novo quadro eleitoral que se desenhou após a morte de Eduardo Campos.

Os números são expressivos: na média das duas pesquisas, Marina pontua 28,6% de intenções de voto e já aparece a apenas cinco pontos e meio de Dilma Rousseff, que continua liderando com 34,1%. Aécio obteve 17,5%, relegado, agora, ao terceiro lugar.  Os outros candidatos somam 2,8%, os brancos e nulos registram 7,9% e os indecisos aparecem com 9,2%.  

Esses percentuais reforçam a possibilidade do pleito acontecer em dois turnos, a exemplo do que já havia indicado o levantamento do Datafolha realizado em 14 e 15 deste mesmo mês de agosto.

Leia mais…

NÃO É SÓ A ECONOMIA…

03/05/2014

Mauricio Costa Romão

O crescimento do pessimismo com relação à economia e, a partir de março, o escândalo da Petrobrás, têm sido apontados como principais fatores que vem contribuindo para a queda da popularidade e, às vezes, das intenções de voto, da presidente Dilma Rousseff nas pesquisas que se sucedem desde dezembro do ano passado.

Não sem razão: um fator corrói o bolso das pessoas, o outro, danifica a imagem de gestora eficiente da presidente e levanta suspeitas de malfeitos sobre seu partido.

Esses dois fatores ficaram bem realçados neste último levantamento de abril da CNT/MDA, estimulando alguns analistas a, mais uma vez, responsabilizá-los pelos números adversos exibidos pela mandatária nacional.

Leia mais…

O SENTIMENTO DE MUDANÇA

26/02/2014

Fonte: elaboração própria, com base em dados do Datafolha

Fonte: elaboração própria, com base em dados do Datafolha

Maurício Costa Romão

As pesquisas eleitorais que se sucedem umas às outras continuam mostrando haver na população brasileira grande contingente de eleitores – nada menos que dois em cada três – querendo que as ações do próximo presidente sejam diferentes das praticadas pela atual administração.

Desta feita, são os dois últimos levantamentos nacionais dos institutos MDA e Datafolha, realizados agora em fevereiro, que corroboram a existência desse desejo do brasileiro. Isso quer dizer que as sementes de insatisfação plantadas nas manifestações de junho passado permanecem brotando urbi et orbi.

Leia mais…

DILMA: SINAL AMARELO ACENDE DE NOVO

19/02/2014

Fonte: elaboração própria com base em pesquisas do Ibope (5), Datafolha (3), MDA (3) e Vox Populi (1)

Maurício Costa Romão

Os movimentos insurgentes de junho do ano passado permanecem pouco latentes nas ruas reais, mas suas inquietações e demandas continuam ocupando grande espaço na mídia e nas ruas virtuais.

Como decorrência desse contexto, ou perda de confiança nas instituições para resolvê-lo, ou mesmo pelo aparecimento de novos elementos indutores de indignação, é visível que o ambiente nacional descortina certo ar de tensionamento social (rolezinhos, vandalismo, insegurança, mobilidade, apagões, copa do mundo, inflação, baixo crescimento, etc.).

As pesquisas eleitorais são um bom termômetro dessa ambiência e funcionam como caixa de ressonância do pensamento da população. A nova queda na avaliação positiva do governo Dilma Rousseff é reflexo desse quadro turvo da conjuntura do país (vide abaixo).

Leia mais…

Sobre o autor

Maurício Costa Romão é Master e Ph.D. em economia pela Universidade de Illinois, nos Estados Unidos, sendo autor de livros e de publicações em periódicos nacionais e internacionais...

continue lendo >> Maurício Romão

Copyright © 2012 Maurício Romão. Todos os direitos reservados.

Desenvolvimento: 4 Comunicação