Interpretação

DICAS PARA LER UMA PESQUISA

05/07/2012

Texto extraído de: http://www.educared.org/educa/img_conteudo/especiais_eleicoes_dicas.htm

  • Se for uma pesquisa quantitativa, é sempre bom olhar o tamanho da amostra. Em geral, quanto maior a amostra, menor o erro estatístico. E não é só isso. É preciso verificar, também, a dispersão amostral (se for um levantamento em São Paulo, a quantidade de bairros, por exemplo, ou se for no Brasil, o número de cidades). Quanto maior a dispersão, melhor.

Leia mais…

PESQUISA ELEITORAL: PROBLEMA DE INTERPRETAÇÃO

15/03/2012

 

Eleitora

Para mim eu vejo dois principais problemas na leitura das pesquisas: um, é o envolvimento emocional do eleitor com o processo eleitoral em si, o que distorce sua compreensão dos números; outro, é uma questão de desconhecimento mesmo, ele, eleitor, mesmo desprendido da carga emocional, também tem dificuldade de interpretar corretamente as pesquisas. Não acha?

Maurício Costa Romão

Você está correta nesses dois pontos. De fato, ademais do contexto emocional, que tem um peso enorme, já que se está lidando com derrotas e vitórias, boa parte da reação do público, do eleitor comum, aos resultados das pesquisas, vincula-se ao desconhecimento quase generalizado das características estatísticas e metodológicas que emolduram a concepção desses levantamentos e do real significado de seus resultados.

Leia mais…

Interpretando as pesquisas eleitorais

24/05/2010
 

George Gallup (sentado), Revista Veja, Edição 1873 . 29 de setembro de 2004

Por Maurício Costa Romão

Por que mesmo com níveis de confiança tão elevados (por exemplo, 95%, 99%) e margens de erro relativamente pequenas (tais como 3%, 2%) ocorrem discrepâncias entre os resultados finais dos pleitos e as estimativas dos institutos de pesquisa?

Essas discrepâncias são, como se sabe, motivo de inúmeros questionamentos de quem se sente prejudicado pelas estimativas realizadas. É comum, nestes casos, por-se em dúvida a idoneidade e a capacidade técnica dos institutos de pesquisa, não raro levantando suspeição sobre suas supostas “veladas intenções de favorecimento a determinadas candidaturas”. Leia mais…

Sobre o autor

Maurício Costa Romão é Master e Ph.D. em economia pela Universidade de Illinois, nos Estados Unidos, sendo autor de livros e de publicações em periódicos nacionais e internacionais...

continue lendo >> Maurício Romão

Copyright © 2012 Maurício Romão. Todos os direitos reservados.

Desenvolvimento: 4 Comunicação