Estados

PLEBISCITO NO PARÁ

23/11/2011

 

Marcos Coimbra

Blog do Noblat, 20/11/2011

Está em pleno andamento a campanha do plebiscito sobre a divisão do Pará em dois novos estados. Marcado para o dia 11 de dezembro, nele a população paraense vai dizer se concorda com a criação dos estados de Tapajós e Carajás. A decisão será tomada pelo conjunto do eleitorado do estado, algo que não tinha sido definido pelo Supremo Tribunal Federal quando o projeto de lei sobre o assunto começou a tramitar. Foi em agosto último que o ponto foi esclarecido.

Leia mais…

LEGISLATURA FEDERAL 2015-2018: POSSÍVEL COMPOSIÇÃO DAS BANCADAS DOS ESTADOS (Região Nordeste)

03/08/2011

Por Maurício Costa Romão

Fonte: elaboração do autor, com base em dados do IBGE e TSE

Se for considerado que a taxa média geométrica de crescimento populacional manter-se-á a mesma entre 2010 e 2013, um ano antes da eleição de 2014, então os quantitativos de deputados federais na próxima legislatura seriam aqueles que estão postados nas Tabelas, na terceira coluna, caso o TSE resolva fazer os ajustes ditados pela Constituição. Os Estados do Amazonas e Pará seriam os grandes beneficiados da revisão, se houver, do número de parlamentares federais, para a próxima legislatura. Piauí, Paraíba, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul, ficariam com menos dois deputados cada, sendo os mais prejudicados.

Se também não houvesse a determinação contida no art. 45 da Carta Magna, de que se deveria proceder aos ajustes necessários, um ano antes das eleições para que:

“… nenhuma daquelas unidades da Federação tenha menos de oito ou mais de setenta Deputados”.

os cálculos para definição do quantitativo de parlamentares federais dos estados obedeceriam, então, o critério estrito de proporcionalidade e as bancadas seriam aquelas que estão listadas na última coluna das Tabelas que acompanham o texto. São Paulo, por exemplo, teria uma bancada de 111 deputados, 41 a mais que a atual, ficando o sudeste com 215 parlamentares, gerando grande desequilíbrio na representação regional que, com os atuais limites impostos, busca compensar politicamente as regiões menos favorecidas através de sobre-representação parlamentar.

 

 

AUMENTO DA BANCADA GERA POLÊMICA

19/07/2011
      
Folhapress, 18 de Julho de 2011  

Políticos do Sudeste discutem possível desmembramento do Pará em três

O debate sobre o desmembramento do Estado do Pará em três, com a criação de Tapajós e Carajás, ameaça deflagrar uma guerra civil no cenário político. Preocupados com o efeito da medida dentro do Congresso, Estados mais populosos – a maioria deles concentrada no Sudeste e no Sul – se mobilizam para impor limites às bancadas dos que podem ser emancipados. A Constituição fixa um piso de oito deputados e três senadores por Estado, qualquer que seja o número de eleitores.

Leia mais…

O PARADOXO DO ALABAMA

30/01/2011

 

Por Maurício Costa Romão

O Paradoxo de Alabama

Este paradoxo acontece quando um determinado aumento no número total de cadeiras do Parlamento acaba por fazer com que um dos partidos ou coligações perca uma cadeira já conquistada antes.

 A denominação Paradoxo de Alabama adveio da descoberta, em 1880, nos Estados Unidos, de que se a Câmara dos Representantes daquele país tivesse 299 cadeiras o Estado de Alabama teria direito a oito cadeiras, mas se, todavia, o número total de cadeiras da Câmara fosse aumentado para 300, Alabama perderia um assento, ficando com apenas sete.

Veja-se matéria abaixo e exemplo numérico na Wikipédia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Ir para: navegação, pesquisa

O Paradoxo do Alabama é um paradoxo eleitoral descoberto nos Estados Unidos da América após o recenseamento de 1880. O Paradoxo do Alabama surge quando, apesar de se aumentar o número total de lugares de um órgão eleito, uma das divisões territoriais perde um lugar adquirido anteriormente.

Leia mais…

NÚMERO DE MUNICÍPIOS NO BRASIL, POR ESTADO E REGIÃO

07/12/2010

Por Maurício Costa Romão

Fonte: elaboração do autor, com base em dados do IBGE

Fonte: elaboração do autor, com base em dados do IBGE

Sobre o autor

Maurício Costa Romão é Master e Ph.D. em economia pela Universidade de Illinois, nos Estados Unidos, sendo autor de livros e de publicações em periódicos nacionais e internacionais...

continue lendo >> Maurício Romão

Copyright © 2012 Maurício Romão. Todos os direitos reservados.

Desenvolvimento: 4 Comunicação