Eleições

SISTEMA ELEITORAL DISTRITAL

02/02/2011

Extraído do “Dicionário Parlamentar e Político”

Sistema eleitoral distrital

O sistema distrital é um dos métodos utilizados para eleger membros dos corpos legislativos nacionais, regionais e/ou locais, em pequenas circunscrições, denominadas distritos. Em cada distrito, a eleição pode ser feita pelo sistema distrital puro ou pelo distrital misto. Cada um dos quais comporta duas modalidades, a saber:

1. Sistema distrital “puro”: a eleição no distrito pode ser:

 - majoritária: é eleito o candidato que obtiver maioria absoluta dos votos válidos – com segundo turno, se nenhum concorrente a conquistar no primeiro; ou
 - pluralitária: é eleito o candidato mais votado no distrito, independentemente de ter obtido a maioria absoluta dos votos.

Leia mais…

A JANELA DEMOGRÁFICA

27/11/2010

José Roberto de Toledo

Vox Publica, 22/11/2010

A população brasileira amadureceu, em mais de um sentido. E, com ela, a democracia no País. A frase soa pomposa, até meio melodramática, mas é apenas uma questão de tempo e oportunidade.

A maior geração brasileira de todos os tempos tem hoje entre 20 e 30 anos de idade. Numa feliz coincidência, os “babyboomers” de Pindorama chegaram à idade de trabalhar num momento de franca expansão das vagas de emprego no País.

A oferta de uma coorte numerosa e mais escolarizada que as anteriores casou com a demanda crescente por mão-de-obra. Isso cria condições muito favoráveis para o Brasil explorar sua “janela demográfica”.

Leia mais…

SÍNTESE DAS PESQUISAS DO SEGUNDO TURNO

29/10/2010

 

Fonte: elaboração do autor, com base em pesquisas do Datafolha (5), Ibope (3), Vox Populi (3) e Sensus (3).

Fonte: elaboração do autor, com base em pesquisas do Datafolha (5), Ibope (3), Vox Populi (3) e Sensus (3).

Por Maurício Costa Romão

Neste segundo turno foram publicadas 14 pesquisas de abrangência nacional levadas a efeito pelos grandes institutos que vem cobrindo a eleição presidencial deste ano: Datafolha, Ibope, Vox Populi e Sensus.

Exceto em relação ao Datafolha, que realizou 5 levantamentos, incluindo o que foi divulgado na madrugada desta sexta-feira 29/10, os demais institutos fizeram 3 pesquisas cada.

Para facilitar a compreensão dos números dessas pesquisas, que têm metodologias distintas e cujos trabalhos de campo são realizados em períodos o mais das vezes não coincidentes, é conveniente calcular a média de intenção de votos entre elas, para cada um dos candidatos.  

Leia mais…

VOTOS BRANCOS E NULOS EM ELEIÇÕES P/ PRESIDENTE: 1º E 2º TURNOS

25/10/2010

ESPECIALISTA ALERTA ELEITOR SOBRE ”PUXADORES DE VOTO” NA ESCOLHA DE DEPUTADOS

03/10/2010

Marcos Chagas
Da Agência Brasil, 01/10/2010

Ao escolher candidatos a deputado federal, estaduais e distritais nas eleições de domingo (3) o cidadão deve estar atento à possibilidade de o seu voto dar uma vaga a alguém que não é de sua simpatia. O alerta é do professor de Processo Legislativo Miguel Gerônimo Nóbrega Netto, que também é assessor da Diretoria Legislativa da Câmara dos Deputados.

Segundo ele, como se trata de eleição proporcional existem alguns cálculos determinados por lei para definir quem será eleito – os chamados quocientes eleitoral e partidário. Com base nesses cálculos, nem sempre o candidato mais votado ganha a eleição, ao contrário do que ocorre nas disputas para Presidente da República, governadores e senadores, que são eleições majoritárias.

Leia mais…

Sobre o autor

Maurício Costa Romão é Master e Ph.D. em economia pela Universidade de Illinois, nos Estados Unidos, sendo autor de livros e de publicações em periódicos nacionais e internacionais...

continue lendo >> Maurício Romão

Copyright © 2012 Maurício Romão. Todos os direitos reservados.

Desenvolvimento: 4 Comunicação