Divergências

PESQUISAS E DIVERGÊNCIAS

08/05/2011

 

Jairo Nicolau

O Estado de S.Paulo, 01/09/2010

As pesquisas de opinião por amostragem começaram  a ser difundidas no Brasil ao longo dos anos 1980. A transição para a democracia, os novos partidos e as eleições frequentes (1982, 1985, 1986, 1988 e 1989 ) criaram o ambiente propício para a adoção dessa técnica de aferição de opinião pública, já amplamente utilizada nos Estados Unidos e em países europeus desde o pós-guerra.

Inicialmente, as pesquisas foram alvo de enorme desconfiança, sobretudo de políticos mais tradicionais. Leonel Brizola, o mais ácido deles, via nas pesquisas um grande instrumento de manipulação. Afinal, como era possível conhecer o que pensava toda a população ouvindo cerca de 1.000 pessoas? Seguia-se o seu bordão predileto, depois seguido por muitos: “A verdadeira pesquisa é feita no dia da eleição.”

Leia mais…

REFORMA POLÍTICA: DIVERGÊNCIA DE INTERESSES IMPEDE NOVA LEGISLAÇÃO

07/03/2011

 

Cláudio Gonçalves Couto

 Folha de S.Paulo, 06/03/2011

Mesmo os insatisfeitos temem que tentativa de conserto agrave problema

Há quatro anos, Lúcio Rennó, cientista político da Universidade de Brasília, publicou um artigo com o sugestivo título de “Reforma política: consensos necessários e improváveis”. Rennó apontava o paradoxo de que a identificação de problemas de governabilidade num sistema político levava à demanda por sua reforma, mas esses mesmos problemas obstaculizavam qualquer tentativa de levar reformas adiante.

Paradoxos similares explicam o porquê de tão frequente e intensamente clamar-se por uma reforma política no Brasil, sem que ela efetivamente saia -ou, ao menos, seja percebida. A razão do clamor é a insatisfação com o funcionamento das instituições políticas de representação e governo.

Leia mais…

Sobre o autor

Maurício Costa Romão é Master e Ph.D. em economia pela Universidade de Illinois, nos Estados Unidos, sendo autor de livros e de publicações em periódicos nacionais e internacionais...

continue lendo >> Maurício Romão

Copyright © 2012 Maurício Romão. Todos os direitos reservados.

Desenvolvimento: 4 Comunicação