Dimensão

PESQUISAS ELEITORAIS: CONSTRUINDO UM “ÍNDICE DE AVALIAÇÃO DA ADMINISTRAÇÃO”

25/04/2013

   (Versão Preliminar p/ Discussão)

Maurício Costa Romão

No quesito “avaliação da administração” dos governantes, os institutos de pesquisa costumam inquirir os respondentes de duas maneiras: uma, indagando se o mandatário está realizando uma administração “ótima, boa, regular, ruim ou péssima”, outra, instando-os a declararem se “aprovam ou desaprovam” a gestão em andamento.

Esta última forma é mais direta, intuitiva, de fácil computação e interpretação. Seus resultados numéricos não deixam margem a dúvidas: 60% de aprova, 30% de desaprova e 10% de não sabem, não responderam, suscitam logo a conclusão de que a administração é aprovada pela população.

Entretanto, ao se resumir à dualidade aprova/desaprova, a questão deixa de fora do leque de opções do entrevistado as eventuais manifestações intermediárias entre as duas indagações.

Leia mais…

Sobre o autor

Maurício Costa Romão é Master e Ph.D. em economia pela Universidade de Illinois, nos Estados Unidos, sendo autor de livros e de publicações em periódicos nacionais e internacionais...

continue lendo >> Maurício Romão

Copyright © 2012 Maurício Romão. Todos os direitos reservados.

Desenvolvimento: 4 Comunicação