REUNINDO NÚMEROS DE PESQUISAS EM TRÊS DOS MAIORES COLÉGIOS ELEITORAIS

09/08/2013

Mauricio Costa Romão

Obs.: O índice IAA (Índice de Avaliação da Administração) tem a vantagem de levar em conta as subcategorias “ruim e péssimo” e “regular” (esta distribuída proporcionalmente entre ótimo e bom e ruim e péssimo).

Quando se usa apenas o ótimo e bom para aferir popularidade (gestão, administração) as importantes manifestações dos eleitores de regular, ruim e péssimo são desconsideradas, acarretando vieses interpretativos.

Exemplo: em Minas, Dilma e Anastasia estão praticamente empatados no conceito usual de ótimo+bom. No entanto, quando se levam em conta as declarações de regular e de ruim+péssimo, Anastasia está bem melhor avaliado.

Ainda em Minas: pelo conceito de ótimo+bom, Lacerda seria mais popular que Anastasia. Não é. O ruim+péssimo de Lacerda pesa sobre sua avaliação.

Nenhum Comentário
Deixe seu comentário
Sobre o autor

Maurício Costa Romão é Master e Ph.D. em economia pela Universidade de Illinois, nos Estados Unidos, sendo autor de livros e de publicações em periódicos nacionais e internacionais...

continue lendo >> Maurício Romão

Copyright © 2012 Maurício Romão. Todos os direitos reservados.

Desenvolvimento: 4 Comunicação