PMDB NÃO CHEGA A UM CONSENSO

13/04/2011

 

 Matéria do Jornal do Commercio, 13/04/2011

 A reforma política segue levantando muita discussão no Congresso e, quando se trata do PMDB, é fácil imaginar que um consenso está longe, o que pode ser confirmado pelo deputado pernambucano Raul Henry. Ontem, após deixar uma reunião com líderes do partido, o peemedebista, via Twitter, deu um indicativo de como anda a situação dentro da legenda: “Acabo de sair da reunião dos líderes PMDB sobre Reforma Política. Ninguém se entende. Defendo o distrital misto, mas aposto que vai dar distritão misto” (sic).

Após postar a mensagem, o parlamentar conversou por telefone com a reportagem do JC e confirmou seu incômodo com a situação. As opiniões são muito divergentes. Um grupo defende o distritão, nós (da tendência Afirmação Democrática) queremos o distrital misto com financiamento público. Há quem seja contra o financiamento público de campanha. O consenso é muito difícil, frisou.

Pelo voto distrital misto, inspirado no modelo aplicado na Alemanha e defendido pela tendência a qual o pernambucano faz parte, metade das vagas é distribuída pela regra proporcional e a outra metade pelo sistema distrital; o Estado seria dividido em vários distritos e cada divisão elegeria um deputado. Henry, no entanto, não está otimista quanto ao sucesso de seu pleito.

Alguns partidos, como o PT, por exemplo, defendem o voto em lista fechada. Há também uma corrente forte, dentro do próprio PMDB, ligada a (o vice-presidente Michel) Temer que defende o distritão. Acho que vai dar nisso. Metade lista fechada, metade distritão”, afirmou. Nesse caso, metade dos candidatos seriam eleitos de acordo com as listas dos partidos e a outra metade seriam os candidatos mais votados, independente de partidos e/ou coligações

Nenhum Comentário
Deixe seu comentário
Sobre o autor

Maurício Costa Romão é Master e Ph.D. em economia pela Universidade de Illinois, nos Estados Unidos, sendo autor de livros e de publicações em periódicos nacionais e internacionais...

continue lendo >> Maurício Romão

Copyright © 2012 Maurício Romão. Todos os direitos reservados.

Desenvolvimento: 4 Comunicação