OUTRA PESQUISA PARA PRESIDENTE: SENSUS

14/09/2010

Fonte: elaboração do autor, com base em pesquisas do Instituto Sensus

Por Maurício Costa Romão

Mais uma pesquisa de intenção de votos para Presidente foi realizada nesta primeira quinzena de setembro, desta feita a cargo do Instituto Sensus. É a trigésima oitava pesquisa da corrida presidencial, desde a pesquisa do Ibope de 11 a 14 de setembro do ano passado, todas registradas oficialmente e publicadas na mídia.

O levantamento atual, encomendado pela Confederação Nacional do Transporte (CNT), foi divulgado nesta terça-feira (14/09), e mostra a candidata do PT, Dilma Rousseff, com 50,5% das intenções de voto, 24,1 pontos percentuais à frente do candidato do PSDB, José Serra, que tem 26,4%. Marina Silva, do PV aparece com 8,9%.

O trabalho de campo foi levado a efeito entre 10 e 12 de setembro, no qual foram ouvidos 2 mil entrevistados em 136 municípios de 24 estados. A margem de erro do levantamento é de 2,2 pontos percentuais, para mais ou para menos.

Na última rodada do mesmo instituto, realizada entre os dias 20 e 22 de agosto, Dilma tinha 46% contra 28,1% de Serra e 8,1% de Marina. As variações de uma pesquisa para outra se deram, portanto, dentro da margem de erro.

Entre os demais candidatos, Zé Maria (PSTU) e Plínio de Arruda Sampaio (PSOL) aparecem empatados, com 0,6%. Eymael (PSDC) tem 0,2% e Rui Pimenta (PCO), 0,1%. Levy Fidelix (PRTB) e Ivan Pinheiro (PCB) não pontuaram.

Portanto, o conjunto dos outros postulantes menos expressivos eleitoralmente só atingiu 1,5% das intenções de voto. Os votos brancos e nulos somaram 3,5% e os entrevistados que não souberam ou não responderam totalizaram 9,1%.

É digno de registro que a presente pesquisa buscou mensurar a repercussão do caso da quebra de sigilos fiscais de integrantes do PSDB e de familiares do candidato José Serra. Os resultados divulgados já incorporam esse incidente. Depreende-se que o assunto não afetou as intenções de voto da candidata do PT, cujos percentuais guardam estrita correspondência com as recentes pesquisas do Ibope (24-26/ago) e Datafolha (02-03/set e 08-09/set).

Já as recentes denúncias de tráfico de influência no governo envolvendo a ministra-chefe da Casa Civil, Erenice Guerra, e objeto de grande cobertura pela mídia, não foram repercutidas no levantamento divulgado hoje.

Nenhum Comentário
Deixe seu comentário
Sobre o autor

Maurício Costa Romão é Master e Ph.D. em economia pela Universidade de Illinois, nos Estados Unidos, sendo autor de livros e de publicações em periódicos nacionais e internacionais...

continue lendo >> Maurício Romão

Copyright © 2012 Maurício Romão. Todos os direitos reservados.

Desenvolvimento: 4 Comunicação