O LULISMO EM PERNAMBUCO

31/12/2010

 Matéria do Diario de Pernambuco

Edição de sexta-feira, 31 de dezembro de 2010 

Pesquisa do Instituto de Pesquisas Maurício de Nassau

“Lula encerra mandato reconhecido por 89,9% dos eleitores do estado como o melhor presidente do país

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) termina o mandato de oito anos como o melhor presidente da história do Brasil para 89,9% dos pernambucanos. Nascido na cidade de Caetés, no Agreste do estado, o petista também é considerado por 93,9% dos seus conterrâneos como o presidente que mais fez por Pernambuco. Os dados foram revelados na pesquisa feita pelo Instituto Maurício de Nassau que aponta, ainda, um dado curioso. Cerca de 93% dos entrevistados afirmaram que continuariam votando em Lula mesmo que ele fosse candidato por outro partido, inclusive de oposição, a exemplo do PSDB.

Na avaliação do professor da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e coordenador da pesquisa, Adriano Oliveira, os números revelaram que o ´lulismo` está consolidado em Pernambuco. Ao avaliar a postura dos entrevistados de votar no presidente independentemente de partidos políticos, ele ressalta que essa resposta deixa claro que o petista está acima do PT e do PSDB, apesar de 52,9% reconhecerem o PT como a legenda que mais admiram na política brasileira. O PMDB ficou em segundo lugar com 4,2%.

Para o economista e consultor do Instituto Maurício de Nassau, Maurício Romão, a pesquisa reproduz o que está acontecendo no cenário nacional. ´Os números expressam quase uma unanimidade. É uma coisa impressionante`, destacou. Segundo Romão, a popularidade de Lula junto aos brasileiros não tem como ser negada. Esse feito, acredita ele, é resultado da preocupação que o petista mostrou ter, durante os últimos oito anos, com as questões sociais, criando programas como o Bolsa Família, além de atuar como pacificador entre as classes sociais e conseguir a adesão das elites para os projetos do governo. ´Aliado a tudo isso, ele soube se expressar de um modo muito peculiar`, pontuou.

Apesar dos altos índices de aprovação, Maurício Romão lembra que o presidente não é um deus nem um semideus e como ser humano também tem defeitos. Ele citou a autosuficiência e egolatria como características que marcam a personalidade de Lula. ´Quantas vezes ele repetiu ‘ninguém na história desse país…’. Esse jargão vai ficar para a história`, observou.

O economista lembrou, ainda, a dificuldade que Lula tem para reconhecer os erros. ´Até hoje ele não reconhece o mensalão como um problema para o governo. Na avaliação dele, o acidente da TAM (ocorrido em 2007, no aeroporto de Congonhas, São Paulo), como o pior momento da gestão, quando, na verdade, a queda do avião aconteceu por defeitos técnicos e está muito longe de ser comparada ao mensalão`, ponderou. ´Mas isso é mais uma faceta do presidente para se identificar com a população. Ele sabe que esse tipo de situação mexe com o sentimento das pessoas. É o jeito dele`, avaliou Romão.

Eleitores votariam em Lula novamente

A possibilidade de o presidente Lula (PT) exercer um terceiro mandato chegou a ser cogitada, mas a ideia não prosperou. A pesquisa do Instituto Maurício de Nassau, no entanto, mostrou que 91% dos pernambucanos acham que o petista merece ser candidato em 2014 e 89% afirmaram que estão dispostos a votar nele. Apenas 8% dos entrevistados disseram que não votariam no presidente.

´A quantidade de pessoas dispostas a votar nele revela que Lula será uma sombra constante para Dilma Rousseff (a presidente eleita) junto ao eleitorado`, observou Adriano Oliveira, coordenador da pesquisa. Na opinião de 66% das pessoas, Lula melhorou a vida dos brasileiros, enquanto 28% disseram que ele se preocupou apenas com os mais pobres e 2% apenas com os mais ricos. ´A pesquisa deixou claro que Lula poderá novamente ser o presidente do país`, comentou Adriano.

Entre os que apoiam a tese de um novo mandato para o presidente, a maior fatia do eleitorado está na faixa etária de 16 a 24 anos (91%). O menor percentual (87%) está entreos maiores de 60 anos. Dos entrevistados, 82% responderam que já votaram no presidente Lula em alguma eleição. Quando questionados sobre qual o partido do presidente, 88,4% disseram saber que Lula é filiado ao PT.

Na opinião do economista Maurício Romão, o fato de Lula ser pernambucano pode refletir numa aprovação com índices tão altos. ´Mas se a gente for olhar em regiões onde ele tem uma aceitação menor, a diferença nos números não é tão grande`, comparou.

No Congresso Nacional, a tese de um terceiro mandato para o Lula levou o deputado Jacson Barreto (PMDB/SE) a apresentar uma proposta de emenda constitucional (PEC). O documento foi assinado por 171 parlamentares. À época, o temor dos deputados era de que a então pré-candidata à sucessão do petista, Dilma Rousseff (PT), não pudesse disputar a eleição em razão da constatação de um câncer linfático.

Nenhum Comentário
Deixe seu comentário
Sobre o autor

Maurício Costa Romão é Master e Ph.D. em economia pela Universidade de Illinois, nos Estados Unidos, sendo autor de livros e de publicações em periódicos nacionais e internacionais...

continue lendo >> Maurício Romão

Copyright © 2012 Maurício Romão. Todos os direitos reservados.

Desenvolvimento: 4 Comunicação