Equilíbrio eleitoral

24/05/2010

Editorial do Jornal Folha de S.Paulo (24/05/2010)

Colada a Lula na TV, a candidata petista à Presidência, Dilma Rousseff, conseguiu finalmente alcançar nas pesquisas o postulante tucano, José Serra. No mais recente levantamento do Datafolha, tornado público neste final de semana, ambos aparecem com 37% das intenções de voto.

O empate não surpreende. A ex-ministra da Casa Civil ainda experimentava, em meses recentes, menor grau de conhecimento entre o eleitorado do que seu adversário. As várias inserções comerciais do PT na televisão, na semana retrasada, contribuíram para selar o vínculo entre Lula e a candidatura por ele fabricada.

A ofensiva publicitária gerou efeitos importantes sobretudo entre eleitores já simpáticos ao governo. A parcela dos que passaram a reconhecer em Dilma a representante de Lula na disputa presidencial aumentou dez pontos percentuais -eram 61% dos eleitores na pesquisa anterior, em abril, e são 71% agora.

O Datafolha mostra que a elevação do conhecimento sobre a candidatura de Dilma se deu sobretudo no Nordeste, entre as mulheres, os mais jovens e os de menor renda. De forma bem sucedida para as pretensões petistas, o típico eleitor lulista foi finalmente apresentado à ex-ministra.

Ainda assim parece improvável que qualquer um dos postulantes se distancie de maneira acentuada do adversário até a data do pleito, em outubro.

Uma inevitável consequência desse possível cenário de equilíbrio é o acirramento de ânimos em parcelas da militância de ambas as candidaturas -que já alimentam uma rancorosa “guerrilha” no território da internet.

Mas o aguçamento da disputa também pode suscitar outros desdobramentos. Sem larga vantagem, por exemplo, é improvável que Serra ou Dilma se deem ao luxo de fugir aos debates.
Será oportuno se a proximidade nas pesquisas compelir os candidatos a expor com mais detalhes as suas ideias. Ainda que as diferenças entre as duas candidaturas sejam menores do que alguns tentam fazer crer, ganham o eleitor e a democracia se elas forem apresentadas com clareza.

Nenhum Comentário
Deixe seu comentário
Sobre o autor

Maurício Costa Romão é Master e Ph.D. em economia pela Universidade de Illinois, nos Estados Unidos, sendo autor de livros e de publicações em periódicos nacionais e internacionais...

continue lendo >> Maurício Romão

Copyright © 2012 Maurício Romão. Todos os direitos reservados.

Desenvolvimento: 4 Comunicação