Um comentário
João Vítor

A saída a lá "Equilíbrio de Nash" seria o melhor para o país, infelizmente no Brasil a política não é um jogo cooperativo, pelo contrário a oposição fez e faz de tudo para aumentar a crise e conseguir derrubar o governo. Nessas horas, quando a população se vê entregue a um regime democrático e corrupto costuma se apegar com extremistas e populistas, os "salvadores da Pátria" , que oferecem um plano milagroso com base em uma política rígida definida. E assim, cansados de estar entregues a corrupção da democracia, o povo apoia um anti-democrático para ter a esperança de uma luz no fim do túnel. Espero que isso não aconteça .... que o nosso saudoso John Nash com sua mente Brilhante, tenha o desgosto de ver sua teoria sendo utilizada na vergonhosa política brasileira, e que de modo institucional possamos superar essas crises superpostas.

Deixe seu comentário
Sobre o autor

Maurício Costa Romão é Master e Ph.D. em economia pela Universidade de Illinois, nos Estados Unidos, sendo autor de livros e de publicações em periódicos nacionais e internacionais...

continue lendo >> Maurício Romão

Copyright © 2012 Maurício Romão. Todos os direitos reservados.

Desenvolvimento: 4 Comunicação