E A INTERNET? COMO DEVERÁ APARECER NESTAS ELEIÇÕES MUNICIPAIS?

22/08/2012

Eleitora

 E A INTERNET? COMO DEVERÁ APARECER NESTAS ELEIÇÕES MUNICIPAIS?

 Maurício Costa Romão

 As mídias sociais terão influência cada vez maior nas eleições, à medida que seu uso se vai alastrando. O Brasil já é o quinto país mais conectado do mundo. Estima-se que cerca de 80 milhões de brasileiros estão navegando na Internet, o que dá uma ideia de como essa ferramenta pode impactar nas eleições.

 

Assim como no espaço de rádio e TV, as mídias digitais serão tanto mais importantes, quanto mais profissionalmente forem utilizadas pelos candidatos. Além da indispensável criatividade, os candidatos têm que ter postura ativa, interagindo com os eleitores, mostrando suas propostas e soluções para os problemas da comunidade. Não adianta apenas divulgar os eventos da campanha, o dia-a-dia do candidato ou, simplesmente, disparar mensagens de apelo, genéricas, retóricas, pelo tweeter, facebook, Orkut, etc., na tentativa de apreender a atenção do internauta eleitor e eventualmente conquistar seu voto. É desperdício de tempo e mau uso do instrumento.

 

A mídia social é um aparato intimista, personalista, de convivência (mais de 50% dos acessos à Internet são feitos nas residências dos internautas). O candidato pode até explorar o lado emocional desse contato digital, expondo suas impressões mais pessoais e íntimas e buscando feedback do eleitor. Mas aí o candidato precisa saber dosar a profundidade desse relacionamento, dessa interatividade, sob pena de não o fazendo, comprometer sua campanha eleitoral. Livre pensar, é só pensar, mas nesse território livre, sem editores, é indispensável ponderar bastante o que se vai dizer!

Enfim, o uso da WEB nas eleições segue em ascensão e terá cada vez mais importância à medida que os pleitos se vão sucedendo.  O real impacto de sua influência ainda está sob mensuração. Certamente ainda é menos fundamental que a TV. Mesmo na badalada eleição de Obama, paradigma do uso eficiente e eficaz da Internet, a TV foi predominante na campanha do então candidato e atual presidente americano.

 

 

Nenhum Comentário
Deixe seu comentário
Sobre o autor

Maurício Costa Romão é Master e Ph.D. em economia pela Universidade de Illinois, nos Estados Unidos, sendo autor de livros e de publicações em periódicos nacionais e internacionais...

continue lendo >> Maurício Romão

Copyright © 2012 Maurício Romão. Todos os direitos reservados.

Desenvolvimento: 4 Comunicação