Conceitos

PESQUISA ELEITORAL E CRONOLOGIA

13/12/2012

Eleitor

“Normalmente a gente vê uma pesquisa de intenção de votos publicada em um determinado jornal, observa os resultados, mas dá pouca atenção à data em que a pesquisa foi realizada. Essa data é, assim, tão importante?”

Maurício Costa Romão

Muito importante! A cronologia no âmbito das pesquisas de intenção de votos é um aspecto fundamental na correta interpretação dos resultados. O eleitor tem sempre que reparar quando foi feita cada pesquisa.

A data de aplicação de questionários no campo é transcendental: as datas mais recentes são as mais relevantes, porque incorporam a evolução mais atual do dinâmico panorama político-eleitoral e captam os últimos sentimentos do eleitor. Uma pesquisa divulgada hoje pode estar defasada, dependendo de quando foi a campo.

Leia mais…

VOTOS VÁLIDOS: TSE E PESQUISAS

11/12/2012

Maurício Costa Romão

VOTOS TOTAIS X VOTOS VÁLIDOS II (Final)

27/11/2012

 

Eleitor

Quando se aproxima o dia da eleição, as pesquisas mudam de votos totais para votos válidos. Operacionalmente, o que é que se modifica quando é feita essa passagem de um conceito para outro?

Maurício Costa Romão

Nas pesquisas eleitorais, os entrevistados ou declaram intenção de votar em algum candidato, ou se dizem indecisos (não sabem ou não querem responder), ou ainda, que vão votar em branco ou anular o voto.

Leia mais…

VOTOS TOTAIS X VOTOS VÁLIDOS (I)

25/11/2012

Eleitor

Um ponto que confunde o eleitor é que uma hora as pesquisas apresentam os resultados em votos totais, outra hora em votos válidos. Por que isso?

MCR

Os resultados oficiais dos tribunais eleitorais (TSE e TREs), ao cabo das eleições, são sempre divulgados em votos válidos. Os votos válidos são os votos nominais (dados diretamente aos candidatos), somados com os votos de legenda (atribuídos aos partidos), menos os votos em branco e os nulos. Então, os votos válidos são os votos totais menos os votos em branco e os nulos.

Leia mais…

CRESCIMENTO POPULACIONAL E O NÚMERO DE DEPUTADOS FEDERAIS

21/11/2012

Maurício Costa Romão

O quociente populacional

Para se chegar à determinação do número de parlamentares federais de cada estado é necessário, inicialmente, dividir o número de habitantes do País por 513, que é o total máximo de parlamentares na Câmara dos Deputados. O resultado daí decorrente, o chamado quociente populacional (QPOP), é o fator de proporcionalidade que balizará os cálculos:

Quociente populacional = número de habitantes do País ÷ 513.

Leia mais…

Sobre o autor

Maurício Costa Romão é Master e Ph.D. em economia pela Universidade de Illinois, nos Estados Unidos, sendo autor de livros e de publicações em periódicos nacionais e internacionais...

continue lendo >> Maurício Romão

Copyright © 2012 Maurício Romão. Todos os direitos reservados.

Desenvolvimento: 4 Comunicação