Conceitos

GLOSSÁRIO DE NOÇÕES ELEITORAIS E DE PESQUISA (Terceira Parte)

28/07/2010

Por Agenor Gasparetto

   ALGUNS TERMOS ESTATÍSTICOS UTILIZADOS NAS PESQUISAS

População. Toda questão de pesquisa define um universo de objetos aos quais os resultados do estudo deverão ser aplicados.  A população alvo, também, chamada população estudada, é composta de elementos distintos possuindo um certo número de características comuns (pelo menos uma). Essa característica comum deve delimitar inequivocamente quais os elementos que pertencem à população e quais os que não pertencem. Estes elementos, chamados de unidades populacionais, são as unidades de análise sobre as quais serão recolhidas informações. Por exemplo, todos os eleitores de um município constituem a população alvo ou população referência.

Leia mais…

GLOSSÁRIO DE NOÇÕES ELEITORAIS E DE PESQUISA (Segunda Parte)

27/07/2010
 

Imagem publicada no blog do IMN

Por Agenor Gasparetto

Principais significações assumidas pelas pesquisas eleitorais:

Significações das pesquisas boca de urna:

As pesquisas boca de urna são pós-voto. Da perspectiva da influência na decisão do eleitor, nada significam, são natimortas. Cumprem, todavia,  três funções principais:

a)         antecipam em algumas horas os prováveis resultados das eleições. (=função manifesta);

b)        são  utilizadas como fontes de legitimação e de credibilidade (=função principal); 

c)         com a massificação dos seus resultados e seu confronto com o resultado das urnas, o eleitor perde de vista o desempenho dos institutos no período pré-voto. O foco passa da influência para ser apenas o erro das pesquisas.

Leia mais…

GLOSSÁRIO DE NOÇÕES ELEITORAIS E DE PESQUISA (Primeira Parte)

23/07/2010

Por Agenor Gasparetto

Eleições: processo de escolha, mediante votação secreta, dos dirigentes e de representantes para cargos eletivos.  

Pesquisas eleitorais: método utilizado pelos institutos de pesquisa para sondarem, por amostragem, a predisposição de votar dos eleitores.

Função principal das pesquisas eleitorais: refletir a realidade num dado momento do processo sucessório. Trata-se de um corte, um flash com margem de erro, sendo esse conhecido. Como a realidade é dinâmica, nela atuando sujeitos e estando em confronto estratégias e ações visando capturar a intenção de voto dos eleitores, os resultados de uma pesquisa eleitoral tende a ficar progressivamente defasados. Uma pesquisa, aqui, equivale a função de um termômetro. Mede a temperatura. Todavia, não cabe ao termômetro uma função de cura, mas apenas de diagnóstico. Obviamente, um bom diagnóstico melhora e muito as condições de intervenção.

Leia mais…

Intenção de Voto: Estimulada e Induzida

23/06/2010
 
 
 
 

Imagem publicada no blog do Magno Martins

Por Maurício Costa Romão

Nas pesquisas eleitorais quantitativas, particularmente nos quesitos de intenção de voto, os entrevistados são instados a se pronunciar sobre os candidatos que disputam o pleito contemporâneo, e o fazem ou de forma espontânea, ou de forma induzida.

No primeiro caso, da manifestação espontânea de voto, o respondente é instigado a dar sua opinião sobre as candidaturas postas, mas sem que o entrevistador faça uso de qualquer mensagem gestual ou verbal que lembre a figura ou o nome de algum candidato.

Já a pergunta induzida é aquela na qual se apresenta ao entrevistado uma relação de nomes dos candidatos (normalmente impressa num disco de papel-cartolina), em ordem aleatória, para que ele escolha aquele de sua preferência.

Leia mais…

Sobre o autor

Maurício Costa Romão é Master e Ph.D. em economia pela Universidade de Illinois, nos Estados Unidos, sendo autor de livros e de publicações em periódicos nacionais e internacionais...

continue lendo >> Maurício Romão

Copyright © 2012 Maurício Romão. Todos os direitos reservados.

Desenvolvimento: 4 Comunicação