AÉCIO SE BENEFICIA DO TETO DE VOTOS DE DILMA E SAI NA FRENTE NO SEGUNDO TURNO

09/10/2014

Fonte: elaboração própria com base nas pesquisas listadas

Maurício Costa Romão

A primeira pesquisa do segundo turno da eleição presidencial foi realizada pelo Instituto Paraná, cujo trabalho de campo foi levado a efeito entre os dias 6 e 8 de outubro. O resultado mostrou Aécio Neves com 54% de intenção de votos e Dilma Roussef com 46%, em votos válidos.

Observado-se os números do levantamento em votos totais constata-se que o tucano teve 49% de intenções de voto e a presidente 41%, com brancos, nulos e indecisos somando 10%.

Desprezando-se as diferenças metodológicas entre institutos, esse percentual da pesquisa do segundo turno para Dilma significa que ela praticamente não agregou adeptos na passagem de uma etapa para outra.

De fato, as últimas 10 pesquisas do primeiro turno indicaram que Dilma tinha chegado à reta final do pleito com um teto de 40% de manifestações de voto. Isso pode ser visto no gráfico que acompanha o texto. Das 10 pesquisas finais do primeiro turno, em oito as intenções de voto da petista cravaram o mesmo número: 40%.

Desde que Marina Silva se tornou candidata, a presidente Dilma vinha tendo discreta, porém contínua, ascensão na preferência do eleitorado, suscitando até expectativas de levar o pleito já no primeiro turno, ou abrir uma vantagem de tal sorte que inaugurasse a segunda etapa com larga margem de diferença para quem fosse lhe confrontar.

Com efeito, vendo a evolução de suas intenções de voto em termos de média por subperíodo, em 29 levantamentos de diversos institutos, Dilma alcançava 35% em agosto, 36% na primeira quinzena de setembro, 37% do início da segunda quinzena até o dia 25 de setembro e, finalmente, 40% nas 10 pesquisas finais já mencionadas.

Entretanto, neste último período, o mais crucial do pleito, a candidata do PT não conseguiu romper a barreira dos 40%, não só enterrando de vez a remota possibilidade de findar o certame no primeiro turno, como atestando a resiliência de um significativo contingente de eleitores – nada menos do que 60% – que não lhe queriam conceder o voto.

Os números totais da pesquisa do Instituto Paraná no segundo turno, dada a vantagem elástica para o oposicionista, mostram que a presidente tem pouco espaço para garimpar votos no conjunto dos brancos, nulos e indecisos, e que só pode evoluir mesmo, a ponto de equilibrar a peleja, retirando votos do tucano.

A julgar pelos números oficiais do segundo turno de 2010, os brancos e nulos somaram cerca de 7%. Se este percentual se repetir em 2014, significa que há três pontos desse conjunto que se vão distribuir entre as duas candidaturas.Mesmo admitindo que Dilma seja a beneficiária total dos três pontos, ainda assim, ela só alcançaria 47% dos votos válidos, enquanto Aécio teria 53%.   

As pesquisas a serem divulgadas esta semana devem mostrar, também, Aécio à frente de Dilma. Resta saber se com margem de vantagem semelhante à registrada pelo Instituto Paraná.

————————————————————————

Maurício Costa Romão, Ph.D. em economia, é consultor da Contexto Estratégias Política e Institucional, e do Instituto de Pesquisa Maurício de Nassau. mauricio-romao@uol.com.br, http://mauricioromao.blog.br.

 

2 Comentários
SEAN MURILO PEREIRA CAMPOS DA SILVA

Se o Maurício Romão chegou a imprimir essa especulação, esse papel que ele imprimiu não servirá nem pra limpar a bunda dele. Fecha esse Blog seu doido. Especulador de merda.

SEAN MURILO PEREIRA CAMPOS DA SILVA

Um dos maiores defeitos do ser humano. É deixar ser levado pela ira, permitindo ser dominado pelo sentimento de raiva, do qual lhe transforma em um ser abominável, levando-o a cometer absurdos desprezíveis. Ao comportar-se como um animal imundo. Mas como ser humano falho, venho pedir perdão ao Dr. Maurício Romão, pois lhe faltei infantilmente com respeito, aqui neste blog. As palavras desrespeitosas que proferir contra este homem, cada palavra imunda e desonrosa, foram ponto a ponto contra-rebatidas por este senhor. Porém com a mais sutil e pura educação que uma pessoa pode ter. Venho publicamente dizer, que quem realmente se apresenta como um verdadeiro merda e hipócrita, na verdade é este cidadão que vos escreve. A forma que este Senhor me responde, depois de ter lhe agredido verbalmente, conforme o publicado acima. É um golpe dos mais cruéis e dolorosos que pude pegar. Humildemente, me perdoe Sr. Dr. Maurício Romão. SEAN MURILO PEREIRA CAMPOS DA SILVA EM 24 DE OUTUBRO DE 2014

Deixe seu comentário
Sobre o autor

Maurício Costa Romão é Master e Ph.D. em economia pela Universidade de Illinois, nos Estados Unidos, sendo autor de livros e de publicações em periódicos nacionais e internacionais...

continue lendo >> Maurício Romão

Copyright © 2012 Maurício Romão. Todos os direitos reservados.

Desenvolvimento: 4 Comunicação