36% DOS ELEITORES ESTÃO EM APENAS 85 CIDADES

05/08/2012

 

 Fernando Rodrigues

Blog do Fernando Rodrigues, 30/07/2012

As 85 maiores cidades do país concentram 50,8 milhões dos eleitores aptos a votar nas eleições de 7.out.2012 (36,2% do total), segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O “G85” inclui as 26 capitais de Estado e as 59 cidades do interior com mais de 200 mil eleitores.

Esse grupo de cidades grandes representa 1,52% das 5.568 localidades que, segundo o tribunal, participarão das eleições municipais de 2012. Mas nessas 85 localidades estão 36% dos eleitores brasileiros.

Ao todo, 138,5 milhões de brasileiros poderão votar. Ou seja, cerca de 70% da população –estimada em 192.379.287 em jul.2011 pelo IBGE.

O eleitorado total do país, no entanto, é de 140,6 milhões –mais que o nº de possíveis votantes em 2012. A diferença existe porque não votam para prefeito e vereador os 252,3 mil eleitores residentes no exterior (só participam da eleição presidencial), 1,8 milhão de Brasília e 1,8 mil de Fernando de Noronha (as 2 cidades não têm Prefeitura nem Câmara Municipal).

Juntas, as 26 capitais do país somam 30,8 milhões de eleitores (22% do eleitorado). São Paulo, atualmente governada por Gilberto Kassab (PSD), é a líder do ranking: 8,6 milhões de eleitores (6% do eleitorado).

Em seguida aparece o Rio, de Eduardo Paes (PMDB), com 4,7 milhões (3,4% do eleitorado). Salvador, de João Henrique Carneiro (PP), e Belo Horizonte, de Márcio Lacerda (PSB), têm 1,8 milhão cada uma (cerca de 1,3% do eleitorado).

As capitais com menos eleitores são Boa Vista, administrada por Iradílson Sampaio (PSB), com 183 mil, e Palmas, de Raul Filho (PT), com 150,5 mil. Elas concentram 0,1% do eleitorado cada.

Apesar de não terem possibilidade de 2º turno (para isso precisariam ter pelo menos 200 mil eleitores) Boa Vista e Palmas são incluídas no G85 porque o status de capital lhes dá relevância nas articulações dos partidos.

O 2º turno ocorre nas cidades com 200 mil habitantes ou mais quando nenhum candidato consegue mais da metade dos votos válidos no 1º turno. São válidos os votos dados a candidatos (brancos e nulos não são válidos). Nas cidades com menos eleitores, a disputa acaba no 1º turno, independentemente do resultado.

 

Nenhum Comentário
Deixe seu comentário
Sobre o autor

Maurício Costa Romão é Master e Ph.D. em economia pela Universidade de Illinois, nos Estados Unidos, sendo autor de livros e de publicações em periódicos nacionais e internacionais...

continue lendo >> Maurício Romão

Copyright © 2012 Maurício Romão. Todos os direitos reservados.

Desenvolvimento: 4 Comunicação